As pessoas frequentemente me procuram interessadas neste universo que crio, onde a diversidade de objetos reunidos é a tônica. A mistura de elementos, cores e texturas tem um resultado harmônico e empresta personalidade à decoração. A cor é marcante nos meus trabalhos e o excesso, longe de ser um caos de informação, segue uma dinâmica bem própria em cada projeto, em cada história e cada vida.

Administrar o volume é tão complexo quanto a moderação. O sentido sempre é dado pela vivência do espaço, não é um modelo pronto e aplicado, mas uma página nova que se abre levando em conta o movimento que toma os dias, os ambientes que servem à rotina, o significado real e simplificado de sentir-se em casa.

Independente da escala em estudo, os objetivos e sentimentos que envolvem o processo de um projeto seja de interior, corporativo, comercial, coletivo - sempre servirão de base para a construção de um lugar, uma zona de convivência, interação e conexão.

Marcelo Salum, arquiteto formado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali)